6 Factos Divertidos Sobre Caligrafia

Partilhar

A palavra caligrafia vem do grego (κάλλος kalli “beleza” + γραφή graphẽ “escrita”). É considerada por muitos como uma verdadeira forma de arte.

É conhecida como o design e execução de letras com um instrumento de ponta larga, pincel ou outros instrumentos de escrita. Nos dias de hoje, a prática contemporânea de caligrafia pode ser definida como “a arte de dar forma a símbolos de maneira expressiva, harmoniosa e hábil”.

A história da Caligrafia começou quando nós (seres humanos) criamos a “nossa” comunicação não verbal e começamos a usar pictogramas para interagirmos entre nós e com o mundo.

Atualmente, a Caligrafia continua a florescer nas formas de convites de casamento, design de fontes, tipografia, anúncios e até no design gráfico. É também muito comum ser utilizada em arte religiosa, arte customizada, entre muitos outros usos.

Aqui estão alguns factos divertidos e interessantes sobre a arte antiga da Caligrafia:

Caligrafia como uma forma de arte!

Créditos: V&A Museum

No Médio Oriente e no Leste da Ásia, a Caligrafia é altamente considerada como uma forma de arte. Na verdade, é até preferível a qualquer outra forma de arte tal como a pintura ou como a escultura. Foi na China, durante as dinastias Jin e Tang que a Caligrafia atingiu o seu auge.

A palavra Caligrafia apenas foi introduzida no século XVI!

Créditos: Smash Magazine

No final do século XVI, uma nova palavra que significa “caligrafia” foi introduzida na maioria das línguas Europeias. A palavra “caligrafia” está presente na língua inglesa desde 1613.

Caligrafia para alcançar o estado “Zen”

Créditos: Walk With Me Film

A Caligrafia Japonesa “Shodo” é ensinada em muitas escolas para os alunos alcançarem a atenção plena (mindfulness). Thich Nhat, “O Líder Zen”, é conhecido por praticar Caligrafia no seu caminho de concentração para alcançar o estado “Zen”.

Caligrafia de Pincel

Créditos: OZGF

No leste da Ásia, os calígrafos costumavam usar o pincel de tinta para a Caligrafia. O corpo do pincel era feito com bambu ou outros materiais, tais como marfim, prata, sândalo vermelho ou jade. Os pêlos da escova eram feitos de pelos de doninha da Sibéria, rato, lobo, porco, cabra, galinha ou até de cabelo humano.

A invenção da Canetas de Bico

Créditos: Tiger Days

No século XIX, a primeira caneta de bico surgiu. Era semelhante a uma caneta de pena, mas possuía uma ponta de metal e um cabo de madeira. As canetas de bico necessitam de ser mergulhadas num tinteiro. Atualmente, este tipo de caneta é utilizada principalmente para criar formas avançadas de caligrafia e ilustração.

Associação Mestres Penmen

Créditos: IAMPETH

Existe uma associação internacional denominada “Associação Internacional de Mestres Penmen, Engrossers e Professores de Caligrafia” que visa praticar e preservar a arte da Caligrafia. Foi fundada em 1949 e conta com mais de 1000 membros.

Gostaste de descobrir um pouco mais sobre a arte da Caligrafia? Bem, nós sem dúvida que sim! É uma arte incrível e um ofício especial que necessitas de experimentar. Dá uma olhada na nossa Workshop Box: Caligrafia e começa o teu caminho de aprendizagem na arte de desenhar letras.

Comentários

Ainda não recebemos qualquer comentário :/ Porque não és o primeiro?

Deixar um comentário